Tina Souvenir

A conceituada estilista Angolana Tina Souvenir, convidou-me para ser um dos rostos do próximo catálogo da marca. Confesso que não estava nada a espera do convite porque não me considero modelo e sou muito tímida em frente as câmaras, mas aceitei o desafio.

 

O Local

O local escolhido não poderia ser melhor, “Espaço Espelho d´Água”, em Belém. Situado a beira rio plantado, é um café e restaurante com vista privilegiada para o Tejo, onde os sabores do ocidente se fundem aos de oriente pela releitura de pratos clássicos lusófonos que são confeccionados. Apresenta ainda uma pequena loja com peças de artistas da lusofonia e uma galeria de arte e de performances musicais.

Makeup and Hair

A maquilhagem e o penteado ficaram ao encargo do maravilhoso Alex Pires, que tem no seu CV experiências em produção de moda em eventos de grandes nomes tais como: SPFW, LISBOA DESIGN SHOW …etc. Mas, nos próximos dias publicarei um artigo somente sobre esta maquilhagem, identificando os produtos usados e os locais de compra.

Tecidos Usados?

Quis abordar este aspeto, pois nota-se o cuidado que a estilista teve na escolha metódica de cada tecido usado.

Vlisco – Tecido Africano: tecidos de alta qualidade, 100% algodão e estampados através do tradicional processo de batik (wax print). Estes tecidos não têm avesso e são extremamente versáteis. O feito à mão é a base do legado das estampas da marca holandesa que homenageia os florais femininos e as representações abstratas frutos do Batik. A técnica utiliza rolos de cobre que gravam com cera – nos dois lados do tecido de algodão – os padrões elaborados artesanalmente. Na sequência, um banho de corantes fixa as tintas nas áreas não cobertas pela cera derretida e as lavagens posteriores arrematam o processo que torna cada centímetro têxtil ímpar.

Seda Selvagem: Apresenta fios curtos e utiliza-se como trama para confecionar fatos de festa. É um tecido forte, porém, com aspeto delicado e brilhante.

Sable: Tecido que apresenta uma certa rugosidade na superfície fazendo lembrar um areado fino.

Tule: Obtém-se com fibras elastómeras em teares especiais para tule (bobinet) e em tear Raschel e Ketler. Utiliza-se para pormenorizar vestidos de festas, em lingerie, adornos, véus, etc.

A coleção

A Coleção é muito coesa e coerente e denomina-se de GRITO DE ÁFRICA, é uma coleção feita para vestir Mulheres de todo MUNDO, independentemente da sua localização geográfica. Retrata a unicidade que atualmente tem-se verificado no que concerne ao uso dos tecidos Africanos, e a procura constante por parte dos grandes nomes da moda. As peças com modelagens jovial e atual, de caimento perfeito e intemporal, casam-se em perfeita harmonia e em sintonia com o que é relevante atualmente. Nota-se que a estilista teve muito cuidado na escolha dos tecidos e das combinações que explorou.

Onde Adquirir?

Na Europa: as peças podem ser adquiridas no ateliê na estilista Roselyn Silva

Em África: poderão dirigir-se ao ateliê da estilista na cidade de Luanda – Angola

Informações Adicionais:

Modelos: Eu, Felizarda Prazeres (madamemoda) e Cantora Lipsia

Cloting: Tina Souvenir

Makeup and Hair: Alex Pires

Fotos: Miguel Mendes or Migas

Calçados

Sandália Prateada: Arezzo

Scarpin Nude: Aldo

Sandália Preta: Missguided

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

two × five =