Black Dress

Os vestidos pretos são tanto melhores amigos das Mulheres quanto os Diamantes. Normalmente, quando não sabemos o que usa para um determinado evento ou situação inesperada, recorremos ao eterno e clássico preto, porque é sempre uma aposta certeira e nunca sai da moda. Todas as MULHERES devem ter pelo menos UM!

Mas como surgiu o vestido preto?

Não é exagero afirmar que o século XX começou para a moda quando Coco Chanel inaugurou o seu ateliê em Paris. Visionária, Chanel livrou as mulheres dos corpetes apertados, chapéus burlescos e roupas pesadas. Naquela época, a cor preta era atribuída às viúvas e às empregadas domésticas, e era inaceitável as mulheres usarem qualquer peça de roupa acima do calcanhar.

Por volta dos anos de 1926, Coco Chanel mantinha uma relação amorosa com um Inglês de nome Boy Capel. Depois da morte de Capel, o grande amor da vida de Chanel, num trágico acidente de carro, ela resolveu cortar um vestido preto para marcar o luto pelo seu English man.  Esse episódio triste da vida da Designer é retratado no filme “Coco before Chanel” (“Coco antes de Chanel”, protagonizado por Audrey Tautou).

O escândalo foi imediato, mas o sucesso também. O vestido preto com o qual Chanel chocou sociedade Parisiense em 1926 era reto, leve e com movimento, sendo depois publicado pela Vogue como “Ford”, em comparação ao carro de mesma cor da época, destacando a sua simplicidade de estilo e potencial de sucesso de longa duração.

Com a aceitação do público feminino, Chanel modernizou ao longo dos anos o seu vestido preto com diferentes cortes, silhueta, tecidos e caimentos. E mesmo nos dias de hoje, Karl Lagerfeld, diretor artístico da maison francesa, inspira-se e revisita o clássico pretinho básico, reeditando um dos maiores ícones da moda do século XX. Se observarem os desfiles da marca, vão verificar que em TODOS eles há um vestido preto BÁSICO.

 

Minha Escolha

Optei pelo vestido lápis com fecho corrido pelas costas. Repararam no pormenor das mangas? Pois é, ligeiro ruffle que tornou o vestido ainda mais elegante. O decote assimétrico também proporciona delicadeza e sensualidade ao vestido, deixando o colo desprotegido de uma maneira subtil.

A escolha do sapato era obvia, SCARPIN preto com lábios vermelhos impresso em 3D e clutch bag preta com spikes embutidos.

Coco Chanel não inventou apenas uma peça que se tornaria parte do guarda-roupa básico de qualquer mulher, ela lançou um estilo, uma referência de bom gosto e elegância que já dura mais de 80 anos.

O que estou a usar?

Dress: Hybrid

Scarpin: Asos

Clutch: Parfois

Beijinhos. MM

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

17 + 16 =